Objetivos E Benefícios De uma Dieta Low Carb

Objetivos e benefícios de uma dieta low carb

Uma dieta low carb tem por objetivo limitar os carboidratos ingeridos – como os encontrados em grãos, vegetais ricos em amido e frutas – e enfatiza os alimentos ricos em proteínas e gorduras. Existem muitos tipos de dietas com pouco carboidrato como: Dieta Atkins, dieta paleo e dieta dukan. Cada dieta tem restrições variadas sobre os tipos e quantidades de carboidratos que você pode comer.

Objetivo

Uma boa dieta low carb é geralmente usada para perder peso. Mas algumas dietas com pouco carboidrato podem ter outros benefícios à saúde além da perda de peso, como a redução dos fatores de risco associados ao diabetes tipo 2 e à síndrome metabólica.

Por que você deveria seguir uma dieta pobre em carboidratos

Você deveria optar por seguir uma dieta baixa em carboidratos porque:

Quer uma dieta que restrinja certos carboidratos para ajudá-lo a perder peso;

Deseja mudar seus hábitos alimentares gerais;

Aprecia os tipos e quantidades de alimentos apresentados em dietas com pouco carboidrato;

Quer colher alguns benefícios para saúde que só tem quem ingere poucos carboidratos.

Verifique com seu médico antes de iniciar qualquer dieta para perda de peso ou que tenha um impacto muito grande na forma com que você se alimenta atualmente, especialmente se você tiver problemas de saúde, como diabetes ou doenças cardíacas.

Objetivos E Benefícios De uma Dieta Low Carb

Detalhes da dieta

Segundo o curso código emagrecer de vez, uma dieta baixa em carboidratos restringe o tipo e a quantidade de carboidratos que você come. Os carboidratos são um tipo de macronutriente que fornece calorias, encontrado em muitos alimentos e bebidas.

Os carboidratos podem ser simples ou complexos. Podem ainda ser classificados como simples refinados (açúcar de mesa), simples naturais (lactose no leite e frutose nas frutas), refinados complexos (farinha branca) e naturais complexos (grãos integrais ou feijões).

Fontes comuns de carboidratos que ocorrem naturalmente incluem:

  • Grãos
  • Frutas
  • Legumes
  • Leite
  • Nozes
  • Sementes
  • Leguminosas (feijão, lentilha, ervilha)

Os fabricantes de alimentos também adicionam carboidratos refinados aos alimentos processados ​​na forma de açúcar ou farinha branca. Exemplos de alimentos que contêm carboidratos refinados são:

  • pães
  • massas
  • biscoitos
  • bolos
  • doces
  • refrigerantes e bebidas açucaradas.

Seu corpo usa carboidratos como sua principal fonte de combustível. Carboidratos complexos (amidos) são divididos em açúcares simples durante a digestão. Eles são absorvidos pela corrente sanguínea, onde são conhecidos como açúcar no sangue (glicose). Em geral, os carboidratos complexos naturalmente são digeridos mais lentamente e têm menos efeito no açúcar no sangue. Os carboidratos complexos servem a outras funções do corpo além do combustível.

Níveis crescentes de açúcar no sangue fazem com que o corpo libere insulina. A insulina ajuda a glicose a entrar nas células do seu corpo. Um pouco de glicose é usada pelo seu corpo para energia, alimentando todas as suas atividades, seja para correr ou simplesmente respirar. Geralmente, a glicose extra é armazenada no fígado, músculos e outras células para uso posterior ou é convertida em gordura.

A ideia por trás da dieta pobre em carboidratos é que diminuir os carboidratos diminuindo os níveis de insulina, o que faz com que o corpo queime gordura armazenada para obter energia e, o que finalmente, leva à perda de peso.


Send this to friend